5 hábitos que você deve perder se quer engravidar: Várias atitudes que parecem inofensivas podem influenciar negativamente na fertilidade feminina© iStock Várias atitudes que parecem inofensivas podem influenciar negativamente na fertilidade feminina.

A fertilidade feminina não depende apenas da genética, depende, em boa parte, daquilo que se faz todos os dias. Existem hábitos que interferem na capacidade da mulher engravidar, contudo, estão longe de serem os únicos. De acordo com Angela Le, especialista em fertilidade, são cinco os hábitos diários que mais impacto têm e que mais comprometem a capacidade da mulher engravidar.

Um deles, de acordo com o site Mind Body Green, é o hábito de estar em frente a telas à noite e especialmente antes de dormir. Este momento – que até parece inofensivo – interfere na qualidade do sono, aumentando os níveis de stress e, com isso, reduzindo a probabilidade da mulher engravidar.

Não passar tempo sob o sol (ou não ingerir alimentos ricos em vitamina D) é um outro hábito maléfico, uma vez que esta é a vitamina da energia e uma das que melhor reforça o sistema imunológico e beneficia a boa saúde de uma forma geral.

Embora o uso de lubrificantes possa melhorar consideravelmente a atividade sexual e o prazer da mulher, estes produtos devem ser evitados ao máximo quando o objetivo é engravidar a curto ou médio prazo. Em causa, explica a especialista, estão os produtos químicos presentes neste tipo de produto e que têm impacto na saúde reprodutiva da mulher. Optar por lubrificantes naturais, com um pH equilibrado e isentos de parabenos é o ideal.

Ingerir rotineiramente alimentos processados é também um hábito que interfere na fertilidade, uma vez que o sobrepeso está diretamente associado com a incapacidade de engravidar, diz a publicação. O consumo de alimentos ricos em ácidos-graxos ômega 3, por sua vez, é benéfico, assim como consumo de frutas e vegetais.

Por fim, a exposição a plásticos pode também ter um papel determinante na fertilidade feminina, especialmente nos casos em que a mulher come frequentemente alimentos armazenados e esquentados em recipientes de plástico, como aqueles que vão ao microondas.




Fonte: MSN Brasil

Anúncios