Infecções virais e bacterianas possuem sintomas muito parecidos. A realização de exames é a única maneira de diferenciá-las totalmente, mas isso pode ser caro e levar muito tempo. Algumas distinções sutis podem ajudá-lo a perceber se a infecção que você possui é causada por um vírus ou bactéria, já que possuem durações diferentes e a cor do catarro também não será igual em cada um dos casos. Fique em casa e se cuide quando estiver doente, dando ao corpo tempo para descansar e se recuperar.

Observando os sintomasImagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 2

  1. Fique atento à duração da doença. No geral, infecções virais duram mais tempo (cerca de uma semana ou mais), porém, é importante estar de olho e ir ao médico se os sintomas persistirem por um tempo, provavelmente para a administração de um antibiótico. Os vírus podem levar ao aparecimento de infecções dos seios do rosto, por exemplo, o que se torna uma contaminação bacteriana.[1]
    Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 5

    Preste atenção à cor da coriza. Ao assoar o nariz ou expectorar, verifique a coloração do corrimento; não é algo nojento, e sim importante para saber se a infecção é viral ou bacteriana.[2]

    • Quando o muco é claro e fino, a infecção deve ser viral. Por outro lado, se ele apresentar um aspecto verde-escuro, ela pode ser bacteriana.
    • Saiba, no entanto, que a cor do catarro não é um indicador 100% preciso do tipo de infecção. É preciso levar outros fatores em conta.
  2. Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 8
    3

    Analise a situação da garganta. É comum sofrer com dor de garganta em contaminações por bactérias e vírus; porém, a intensidade do desconforto pode indicar a infecção bacteriana. Ao perceber que existem pontos brancos, há presença de bactérias. Dor de garganta sem outras manifestações, como espirros ou nariz escorrendo, também poderão sinalizar uma infecção bacteriana por estreptococos. [3]
    Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 3

    Veja se há febre. A febre pode aparecer nos dois tipos de infecção, mas com características diferentes em cada uma. Na bacteriana, elas geralmente são mais altas e pioram após alguns dias, enquanto na viral, elas melhoram depois desse mesmo período.[4]

    • A temperatura normal do corpo fica entre 36,5 °C e 37,2 °C.[5]

Método2

Avaliando os fatores de risco

  1. Pense sobre a possibilidade de ter contraído uma gripe. A gripe é causada por um vírus e é altamente contagiosa; tente lembrar se você interagiu com alguém, no trabalho ou na escola, que estava gripado. Se a resposta for afirmativa, é bem possível que os sintomas sejam de gripe.[6]
  2. A idade também pode ser um fator importante. Crianças pequenas são mais suscetíveis a certas contaminações virais, em especial das vias aéreas superiores, que são mais comuns nelas. Ao perceber que seu filho está com dores de garganta, espirrando e tossindo, ele pode estar com uma infecção das vias aéreas superiores.[7]

    • Leve-a imediatamente ao médico ao desconfiar desse tipo de problema.
  3. Relembre se você sofreu recentemente com infecções nos seios da face (sinusite). Às vezes, as bactérias causam infecções virais que se transformam em bacterianas. Caso tenha apresentado qualquer tipo de contaminação viral (como a sinusite), uma infecção bacteriana secundária pode ter se desenvolvido, principalmente ao sofrer com uma doença depois da outra.[8]

    • Em certos casos, outras infecções virais podem levar ao aparecimento de uma bacteriana. Qualquer doença que dura por mais de algumas semanas deve ser avaliada por um médico.
Método3

Procurando tratamento médico

  1. Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 23
    Vá imediatamente a um médico ao apresentar certos sintomas. A maioria das infecções bacterianas e virais poderá ser tratada em casa, desde que o tratamento seja adequado. No entanto, em certas oportunidades, é importante ir ao médico o quanto antes, em especial quando acontecer com crianças. Ao notar qualquer uma das manifestações a seguir, consulte um profissional da saúde:[9]

    • Urinar menos do que três vezes em 24 horas.
    • Dificuldade em respirar.
    • Não melhorar dentro de três a cinco dias.
  2. Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 24
    Consuma antibióticos para infecções bacterianas. Eles são utilizados para combater bactérias, não tendo efeito em vírus. Nem sempre os médicos receitarão antibióticos, mesmo em caso de infecções bacterianas, mas quando a situação é mais grave, eles serão administrados.[10]

    • A única maneira de ter total certeza de que você está acometido por uma infecção bacteriana ou viral é realizar os exames corretos. O médico coletará muco ou utilizará um cotonete para obter o material da garganta, enviando enviará a amostra a um laboratório; geralmente, isso será feito quando ele desconfiar de uma infecção bacteriana e julgar que essa é a melhor maneira de combater o problema.[11]
  3. Imagem intitulada Tell a Viral from a Bacterial Infection Step 22
    Tome remédios de venda livre para tratar a dor. Quando a infecção – seja ela bacteriana ou viral – causar muita dor, peça para que um farmacêutico indique uma boa opção de venda livre para reduzir o desconforto. Sempre use os medicamentos de acordo com a bula e tire a dúvida sobre possíveis interações com remédios que você já tomar.[12]

    • Quando um antibiótico for receitado, pergunte ao profissional quais remédios de venda livre podem ser consumidos em conjunto com o antibiótico.
  4. Tome a vacina contra a gripe. Para evitar a recorrência da doença, tome a vacina da gripe, que o protegerá contra o vírus que a causa. Apesar de ser viral, elas podem, às vezes, se transformar em uma infecção bacteriana, e a vacina reduz o risco de desenvolver os dois tipos.[13]

    • A vacina da gripe não protege contra todos os vírus e bactérias. Ela apenas diminui o risco de gripe, ou seja, você ainda poderá ficar doente.


Fonte : Wikihow

Anúncios