A Secretaria estadual da Saúde reuniu nesta quinta-feira (24) a Comissão de Infectologia para discutir as estratégias adotadas na vacinação contra a gripe no Paraná em 2017. O início da campanha ficou marcado para o dia 17 de abril nos 399 municípios do Estado e vai até o dia 19 de maio.

“Os paranaenses terão mais de um mês para buscar uma unidade de saúde e se imunizar contra a Influenza. Nosso público-alvo passa de 3 milhões de pessoas e a meta é vacinar, no mínimo, 90% delas”, garante o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

A data para a mobilização nacional, também conhecida como Dia D, vai acontecer no sábado, dia 6 de maio. Nesta data, as unidades de saúde ficarão abertas durante todo o dia para vacinar a população que pertence aos grupos da campanha.

“A vacina busca proteger principalmente pessoas que têm maior risco de desenvolver a forma grave da doença. Deste modo, podemos reduzir também o número de mortes por gripe”, explica a chefe do Centro estadual de Epidemiologia, Júlia Cordellini. Mensalmente, o grupo discute estratégias para prevenção, controle e tratamento de doenças infecciosas.

O público-alvo inclui pessoas com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a quatro anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), profissionais de saúde, indígenas, portadores de doenças crônicas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Para 2017, o Ministério da Saúde também incluiu para a vacinação os professores do ensino regular e superior de escolas públicas e privadas. Esse público no Paraná foi estimado em 144 mil profissionais, totalizando 3,1 milhões de pessoas para receber a vacina no Estado em 2017.

Reunião

A reunião também teve pautas sobre as vacinas da dengue e da febre amarela. A comissão, coordenada pela Secretaria da Saúde, reúne representantes de sociedades acadêmicas, conselhos de classe e instituições ligadas à área de infectologia. Periodicamente, o grupo discute estratégias para prevenção, controle e tratamento de doenças infecciosas.

Fonte: Secretaria da Saúde

Anúncios