As marmitas da blogueira Bruna Dalcin, do Comprando Meu Apê

As marmitas congeladas da blogueira Bruna Dalcin, do Comprando Meu Apê – Divulgação/Comprando Meu Apê

Não basta, no entanto, cozinhar e armazenar as porções sem planejamento.As marmitas são uma boa opção para quem quer fugir do fast food e economizar dinheiro com alimentação fora de casa.

Preparar, organizar e congelar as marmitas corretamente são etapas fundamentais para evitar desperdícios, aumentar a conservação e durabilidade dos alimentos e prevenir doenças, como intoxicações alimentares e salmonelose.

As nutricionistas Luiza Torquato, do Conselho Federal de Nutricionistas, e Priscila Santos, do Centro Universitário Celso Lisboa, ensinam como resfriar e armazenar a marmita. Reserve um dia da semana para preparar e guardar a comida que será consumida ao longo dos demais dias.

ESCOLHA PENSADA
Selecione ingredientes frescos, preferencialmente orgânicos e da estação, que são mais saborosos, saudáveis para o corpo e meio ambiente e duram mais tempo. Se for congelar a carne pronta com o resto da marmita, prefira preparações com molho, cozidas, assadas ou grelhadas. Evite congelar vegetais crus, ovos cozidos, batatas, macarrão sem molho, maionese, preparações com creme de leite e queijos cremosos.

CHOQUE TÉRMICO
Cozinhe os alimentos por menos tempo do que o habitual, porque eles amaciam durante o processo de congelamento. Use também menos sal e temperos, que são realçados após congelados. Depois de cozinhar, a preparação deve ser resfriada rapidamente. Mergulhe a panela sem tampa em água com gelo para interromper o cozimento e conservar bem os alimentos.

GUARDA-VOLUME
A comida deve ficar em um recipiente lavável, rígido, transparente e com tampa fechada hermeticamente. Quando houver líquidos, que se expandem durante o congelamento, deixe dois centímetros de sobra até a borda para não vazar. Marque a data de preparação e de validade –até cinco dias na geladeira (temperatura inferior a 5ºC) e um mês no freezer (não acima de -18ºC).

HORA DO GELO
Coloque na frente do freezer os alimentos com validade menor. Embalagens pequenas permitem retirar a quantidade certa de cada refeição, reduzindo desperdício. Não deixe o espaço superlotado: o ar frio precisa circular entre os alimentos. As portas devem estar bem vedadas para manter a temperatura correta. Uma sugestão é fechá-las com um pedaço de papel, se conseguir puxá-lo, é importante trocar a vedação do eletro.




Fonte: Folha UOL

Anúncios