Imagem relacionada

O baixo status de magnésio está associado a um grande número de condições caracterizadas pelo estresse crônico. Alguns estudos realizados em animais indicam que uma deficiência moderada de magnésio, semelhante a que ocorre frequentemente em humanos, pode aumentar o estresse oxidativo e o inflamatório. Por isso, uma equipe de pesquisadores avaliou os efeitos da suplementação de magnésio 320 mg ao dia, na forma de citrato de magnésio, em 100 adultos com idade de 59 ± 8 anos que apresentaram baixa qualidade de sono de acordo com a pontuação do Pittsburg Sleep Quality Index (PSQI). Após 5 e 7 semanas, foram realizadas as avaliações e foi confirmado que a suplementação promoveu a melhora da pontuação do PSQI. Também houve um aumento de magnésio eritrocítico. Os achados desse estudo sugerem que há associação entre o status de magnésio e a qualidade do sono.

Nielsen FH, Johnson LK, Zeng H. Magnesium supplementation improves indicators of low magnesium status and inflammatory stress in adults older than 51 years with poor quality sleep *. Magnes Res. 2010 Dec 1;23(4):158-68. Epub 2011 Jan 4.




Fonte: Hi-Nutricion

Anúncios