Olá! Depois de algum tempo sem escrever posts, hoje deixo para vocês este novo texto, espero que seja útil!




“Superando o Medo de Mudar!”

A algum tempo postei alguns textos: Com vocês: O Medo e  Quem tem “medo” de ser farmacêutico(a)? . Foram temas importantes que tiveram o intuito de ajuda los a pensar e repensar sobre o tema!

De fato, como profissionais farmacêuticos temos que vencer o paradigma ou estigma até certo modo auto imposto de ser ou atuar como um Assinacêutico ou Farmacêutico Samambaia ,abandonar o Status Quo e nos tornarmos uma profissão menos frustrada…

Em certos momentos, a vida nos coloca diante de mudanças que podem assustar (mudança de profissão, de emprego de cidade, país, etc…). É preciso então encarar e fazer essa transformação de forma inteligente, recebendo depois os seus benefícios.Mudanças são feitas de acertos e erros: sempre que você se propõe a mudar alguma coisa, está se oxigenando.Mas por medo do desconhecido, as pessoas se apegam até mesmo aos problemas.

Quem tem medo de mudar passa a vida sem viver…

“Se ficar melhor, estraga”. De vez em quando ainda escuto alguém dizer esta frase, que, embora espirituosa, expressa claramente um medo de mudar.

Mesmo tendo a consciência que as mudanças hora ou outra é inevitável e pode ser inclusive benéfica, muitas vezes é difícil encarar as mudanças que surgem em nossas vidas, porque elas vêm acompanhadas do medo, essa perturbação angustiosa perante um risco ou uma ameaça real ou imaginária.

Concordo que Mudar Não É Fácil, requer coragem e sobretudo força de vontade para abandonar nossos portos seguros e zonas de conforto. Mas aqui deixo algumas dicas simples para enfrentar este dilema:

10 – Faça uma lista de prós e contras: grande parte do problema em mudar está quando não pesamos consequências das nossas atitudes. Ter uma ideia clara dos ganhos e perdas envolvidos vai ajudar a deixar o processo mais fácil.

9 – Tenha clareza de seus objetivos: saiba exatamente aonde você deseja chegar e não abra concessões de seus sonhos e desejos. Se você quer trabalhar menos e ter tempo para a família, por exemplo, foque neste objetivo até conquistá-lo.

8 – Não negue o medo: não vai ter como fingir que ele não existe quando o medo aparecer. É natural ficar apreensivo numa situação de grande mudança, aceite essa condição. Se você evitar assumir que está apreensivo, o temor pode se tornar maior e mais forte.

7 – Fale sobre o assunto: conversar sobre algo que está incomodando sempre ajuda. Evite guardar a angústia gerada por uma mudança só para você. Converse sobre o que está sentindo com familiares e amigos, não só para ouvir conselhos, mas para viver o sentimento de alívio que desabafar traz.

6 – Mas não seja um reclamão: desabafar é positivo, mas não significa que você vai ficar falando do assunto o tempo inteiro. Isso não vai resolver o seu problema, talvez o piore. A reclamação traz uma sensação de fracasso e te impede de seguir adiante.

5 – Coloque o plano em ação: uma vez que você analisou os prós e contras, é hora de colocar seu projeto em ação. Não fique esperando pelo momento ideal para isso. Comece a agir mesmo que o cenário não seja dos mais favoráveis.

4 – Estude seus passos: olhe para a situação de diferentes ângulos e mude a rota se for necessário. Vai abrir um negócio? Estude bem o mercado, os clientes, os produtos. Quanto mais preparada (o) estiver, maior a sua segurança ao agir.

3 – Não perca a paciência: toda mudança leva tempo, tenha isso em mente quando a impaciência surgir. Da mesma forma, fique consciente que você não terá o controle absoluto do processo de mudança.

2 – Busque opiniões externas: ouvir uma opinião de quem está de fora da situação ajuda a relativizar os problemas. É natural que quem está vivenciando tudo de perto tenha a tendência de supervalorizar tudo, inclusive aspectos mais simples.

1 – Se precisar, mude o foco: Algo deu terrivelmente errado? O novo emprego é péssimo? Não gostou do prédio novo? Tente deixar o problema esfriar um pouco. Procure ocupar a mente com um hobbie, saia de casa ou simplesmente tome um café e relaxe. Com a cabeça livre da pressão é mais fácil pensar melhor e achar uma solução mais rapidamente.

Saudações Farmacêuticas e até o próximo post!

alex-sandro-alves

 

 

 

Anúncios