Blog Farmacêutico Responsável Técnico

do Farmacêutico: Alex Sandro Alves – CRF-PR: 20 667

Notícias & Novidades

PÍLULA DE INSULINA AVANÇA PARA A ÚLTIMA FASE DE TESTES

insulina-oral

Uma minúscula companhia farmacêutica de Israel, a Oramed Pharmaceuticals Inc, disse na quarta-feira que sua insulina oral experimental conseguiu reduzir significativamente a glicemia noturna em pacientes com diabetes tipo 2, de acordo com dados iniciais de um estudo de fase intermediária.

O resultado é susceptível de surpreender muitos céticos que não acreditam que a insulina poderia ser entregue por via oral, porque eles duvidavam que ela pudesse sobreviver ao ataque dos sucos digestivos os quais poderiam anular o efeito pretendido.

A Oramed usa um revestimento de proteção e uma dose alta o suficiente de insulina de modo que a maior parte dela possa ser destruída e ainda assim fornecer uma quantidade clinicamente benéfica do hormônio.

Os resultados positivos devem ser replicados em um estudo maior, Fase III, antes que a droga, conhecida como ORMD-0801, possa ser apresentada para aprovação. Mas os dados da Fase II, com a avaliação de 180 pacientes constitui um marco importante.

“Tem sido uma longa viagem, mas finalmente passamos do ponto em que ficamos além da dúvida, a insulina oral funciona”, disse Nadav Kidron, presidente-executivo da Oramed com sede em Jerusalém, em uma entrevista por telefone.

O estudo de 28 dias envolveu pacientes cujos diabetes tipo 2 não estavam adequadamente controlados com metformina. Eles foram dosados antes de dormir e tiveram seus níveis de glicose durante a noite continuamente monitorados. Aqueles que receberam a insulina oral tiveram uma redução de glicose noturna média de quase 6,5 por cento em comparação com um placebo.

Não foram relatados graves efeitos secundários adversos e não houveram problemas com hipoglicemia, ou perigosas baixas de açúcar no sangue, disse a empresa. Oramed disse que planeja publicar os dados mais detalhados do estudo, tão logo tenha tempo para analisar os resultados completos.

Embora a insulina esteja tipicamente associada com a diabetes tipo 1, muitos pacientes com o tipo 2, eventualmente, observam um progresso da doença até o ponto em que eles precisam de insulina. A diabetes do tipo 2 responde por mais de 90 por cento dos cerca de 400 milhões de pessoas com diabetes em todo o mundo.

A insulina oral segura e eficaz, se aprovada, deverá tornar-se um produto de bilhões de dólares.

A principal atração de uma pílula de insulina, além de evitar as  injeções, é que ela se aproxima muito mais do caminho de uma insulina natural, que é produzida no pâncreas e vai diretamente para o fígado. ORMD-0801 passa à partir do intestino para o fígado, enquanto que a insulina injetada circula por todo o corpo antes que chegue lá.

Alguns médicos acreditam que níveis elevados de insulina em circulação através do resto do corpo pode aumentar os riscos de saúde.

http://www.dailymail.co.uk/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: