alex-sandro-alves

Oxímetros de Pulso são compacto e “econômicos”, destinados a medição do tipo “spot-check”, ou seja, medição esporádica, para verificação da saturação de oxigênio no sangue do paciente (SpO2) e Freqüência Cardíaca.Geralmente sua indicação é para uso em clínicas, geriatrias, academias (antes e após as atividades físicas), uso doméstico bem como uso pessoal para profissionais da saúde.

Vale observar que este tipo de equipamento não recomendado para monitoração contínua. Por se tratar de um modelo compacto e portátil e muito leve, pesando em torno de 50g já com as pilhas (varia de marca pra marca!). Tais aparelhos possuem modernos visores em LED com indicação do nível da bateria.

Valores de referência para pulsação

Adultos – 60 a 100 bpm;

Crianças – 80 a 120 bpm;

Bebês – 100 a 160 bpm.

Valores de referência para Saturação de Oxigênio

Ideal entre 95 a 100%.

Mas valores acima de 89% podem ser considerados satisfatórios!

 

Como utiliza-lo no contexto da Drogaria/Farmácia Comunitária Comercial?

Muitos estabelecimentos fazem de graça a famosa “medida de pressão” várias e várias vezes por dia! E como é de “grátis”, e nem sempre a pessoa que usa o serviço é cliente assíduo do comércio, as aferições são feitas as pressas e desobedecidos os protocolos mínimos…

Valores de referência para pressão arterial

Hipotensão – inferior a 100 x 60

Normotensão – 120 x 80

Hipertensão limite – 140 x 90

Hipertensão moderada – 160 x 100

Hipertensão grave – superior a 180 x 110

 

Verificação da pressão arterial

1. Higienize as mãos

2. Prepare o material na bandeja

3. Explique o procedimento ao paciente

4. Remova as roupas do braço no qual será colocado o manguito

5. Posicione o braço na altura do coração, apoiado, com a palma da mão voltada para cima.

6. Realize a assepsia, com algodão embebido em álcool a 70% nas olivas e no diafragma do estetoscópio

7. Selecione o manguito de tamanho adequado ao braço

8. Centralize o meio da parte compressiva do manguito sobre a artéria braquial

9. Solicite que o paciente não fale durante a mensuração

10. Palpe a artéria braquial e coloque o estetoscópio sobre ela sem comprimi-la excessivamente

11. Insufle o manguito até ultrapassar 20 a30 mmHg o nível estimado da pressão sistólica ( ponto de desaparecimento do pulso radial)

12. Proceda à deflação lentamente

13. Determine a pressão sistólica na ausculta do primeiro som ( Fase I de Korotkoff), que é um som fraco seguido de batidas regulares, e em seguida, aumente ligeiramente a velocidade de deflação

14. Determine a pressão diastólica no desaparecimento do som (Fase V de Korotkoff)

15. Ausculte cerca de 20 a 30 mmHg abaixo do último som, para confirmar seu desaparecimento

16. Informe o valor da pressão arterial medido ao paciente

17. Realize a assepsia com álcool a 70% nas olivas e no diafragma do estetoscópio

18. Guarde o material

19. Higienize as mãos

20. Registre o valor obtido na folha de anotação.

SUGESTÃO DE USO DO OXÍMETRO AO AFERIR A PRESSÃO ARTERIAL:

Proceda a Aferição da PA 3 x, com intervalo de alguns minutos entre elas, descarte a primeira e considere a média das duas seguintes, anotando em ficha personalizada.

Use o oxímetro de pulso de dedo e anote os paramentos na ficha do cliente. Assine, eduque o cliente, e caso necessário encaminhe ao médico! Sugestão de preço do serviço: R$ 5,00!

Por que cobrar?

Simplesmente porque se trata de um serviço farmacêutico, na qual você como farmacêutico precisou estudar, fazer cursos, investir em equipamentos e seu tempo deve ser remunerado! Todo profissional cobra por hora seu trabalho!

Modelo de sugestão de ficha manual (ponto de partida, sejam criativos):

IMG_20160509_092228459

OXÍMETRO DE DEDO (COMO USA-LO)




Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia, A Enfermagem com adaptações para o blog

 

Anúncios