Ciência Sem Limites fala sobre fármacos de liberação controlada

Por Felipe Tristão

O pesquisador Anselmo de Oivera e sua equipe, da Unesp de Araraquara, desenvolvem sistemas de liberação controlada de fármacos no organismo humano, em especial para a oftalmologia.

Pesquisador Anselmo de Oliveira (centro) conversa com sua equipe

Esses fármacos se destinam a combater doenças que necessitam de tratamento específico, direcionado a certas partes do corpo, e, usualmente, de longa duração.

Oliveira desenvolve um fármaco de liberação controlada para a DMRI – Degeneração Macular Relacionada à Idade, causa mais comum de perda de visão em idosos. O fármaco já está em fase de testes e tem mostrado resultados promissores.

Frascos do fármaco para o combate à DRMI, atualmente em fase de testes com humanos




Fonte: TV Unesp

Anúncios