Já ouviu algum farmacêutico falar que sempre faz atenção farmacêutica? É a mesma coisa? Este termo sempre foi muito utilizado de forma genérica e básica, e sempre vinha à cabeça a idéia de “falar como usa o medicamento”. Pois iremos citar 6 diferenças entre a orientação farmacêutica e atenção farmacêutica.

 

# Diferença 1#
A orientação farmacêutica fala sobre o modo de utilização dos medicamentos, dose, horário e como identificar as reações adversas mais comuns caso aconteçam, também pode ser feita com qualquer produto farmacêutico incluindo os cosméticos. Porém, a orientação farmacêutica, assim como a farmácia clínica, é uma parte da atenção farmacêutica.
# Diferença 2#
A orientação farmacêutica não faz análise detalhada dos exames laboratoriais que podem ser influenciados ou influenciar o uso de medicamentos. Já a aplicação da atenção farmacêutica dentro de sua sistemática deve-se analisar os parâmetros clínicos com olhar mais aprofundado.
# Diferença 3#
A atenção farmacêutica é a prática farmacêutica focada no paciente. Isso exige conhecimento sobre a subjetividade, conhecimento do mundo daquele paciente e sua forma de exergá-lo. Deve-se verificar se há algum medo, cultura, preocupação ou outros fatores envolvidos no uso daquele medicamento. Para isso alguns métodos como Método Dáder em atenção farmacêutica orientam consultas individualizadas e de no mínimo 1 hora de duração. Sem essa prática você não está fazendo atenção farmacêutica. Já a orientação farmacêutica pode durar de 1 minuto a 5 minutos dependendo do caso.
# Diferença 4#
Na orientação você tenta garantir o entendimento sobre o medicamento do paciente, mas não se faz um plano terapêutico para um acompanhamento a longo prazo como na atenção farmacêutica. Este plano é obrigatório na aplicação da atenção farmacêutica, somente assim você saberá como conduzir o chamado “acompanhamento farmacoterapêutico”.
# Diferença 5#
A atenção farmacêutica consegue identificar de forma sistematizada mais de 32 problemas relacionados a medicamentos e com ela você saberá resolvê-los de forma estratégica, pois suas intervenções devem seguir uma ordem para que não afete a saúde do paciente (intervenções precipitadas podem trazer malefícios como por exemplo garantir adesão de um medicamento não indicado). A orientação ocorre somente se um paciente tiver a necessidade dela, porém, muitos não precisam de orientação, têm adesão mas estão repletos de problemas relacionados a medicamentos que cabe somente a nós farmacêuticos intervir.
# Diferença 6#
E finalmente, a orientação farmacêutica pode ser feita por qualquer profissional da saúde! Mas somente a atenção farmacêutica é feita por um farmacêutico.



Fonte: Insight Farmacêutico

Anúncios