É evidente que os medicamentos do sistema digestivo são amplamente utilizados pela população, o que levanta um problema muito comum, a automedicação destes medicamentos.

 

Gostaria de lhe alertar que desconforto na região estomacal como dores, queimações, azia, náuseas e vômitos de forma constante, ou seja, muitas vezes por semana, de forma que se prolongue por mais tempo, se você tem alguns desses sintomas, você deverá procurar um médico para fazer exames completos, uma vez que o uso indiscriminado destes medicamentos acaba acobertando algumas doenças graves como úlceras e câncer de estômago e pode ser até uma gravidez. Portanto se você usa estes medicamentos por conta própria faz algum tempo porque sente dores constantes, procure um médico para fazer exames!

São medicamentos utilizados para úlceras gástricas e duodenais, úlcera duodenal causada bela bactéria H. pylori, refluxo, gastrite, esofagite, e é utilizada juntamente no tratamento com AINES (anti-inflamatórios não esteroidais, eles inibem a formação do muco protetor do estômago que o protege do próprio suco gástrico, sem o muco, facilmente formam-se úlceras) prevenindo uma ulceração.

Então vamos lá! Vou começar com o Omeprazol, Pantoprazol, Esomeprazol,Timoprazol, Lansoprazol, Rabeprazol, Tenatoprazol, Dexlanzorazol.

trio de prazois

O pessoal toma muito, principalmente os que estão em negrito, então vim explicar um pouco mais sobre estes medicamentos que você certamente já usou na sua vida, usa, ou irá usar certamente em algum momento

Todos estes medicamentos que mencionei possuem a mesma eficácia, ou seja, nenhum é mais “forte” que o outro, todos funcionam na mesma proporção, com uma diferença mínima. Mas como eles funcionam no nosso corpo?

Quando possuímos algum problema gastrointestinal normalmente o alvo terapêutico é diminuir a quantidade de suco gástrico no nosso estômago, e há diferentes formas de inibir a produção destes sucos gástricos.

Estes medicamentos pertencem à classe dos Inibidores da Bomba de Prótons, inibem de forma bastante efetiva, cerca de 80-90% de secreção gástrica, esta bomba se encontra no epitélio do estômago inteiro e é responsável pela troca dos prótons que compõe o suco gástrico do estômago, o medicamento vai fazer com que ela pare de fazer essa troca, ela vai “entupir” o canal por onde os prótons saem para o estômago de forma irreversível, ou seja, somente haverá troca de prótons novamente quando outra bomba de prótons for sintetizada pelo nosso corpo, mas não se assustem, há milhares de bombas no nosso estômago sendo constantemente trocadas por outras novas normalmente.

O que a maioria das pessoas fazem de errado com este medicamento é a maneira de tomar e quando tomar. Prestem bem atenção nestes próximos parágrafos!

O medicamento é instável em pH alcalino, mas o que é isso? O medicamento é degradado se está em pH alto, mas quando entra em contato com o ambiente ácido do estomago, ele é rapidamente absorvido, o que muitas pessoas não sabem é que alimentos deixam o pH do nosso estomago mais neutro, chegando até pH= 5 ou 6.

E durante toda a digestão, isso demora horas pessoal, o pH continua mais próximo de neutro do que pH ácido necessário para fazer com que o estômago fique ácido.

O que significa se degradar? Simplesmente se o medicamento se degrada ele não faz efeito, é a mesma coisa que não tomar o medicamento, ele vai ser eliminado do nosso corpo.

Portanto, é necessário estar sem se alimentar por várias horas, o que corresponde ao nosso período de sono, por isso devemos tomar o medicamento pela manhã e em jejum, nem mesmo água antes!

Após tomar o comprimido com um copo de água, espere cerca de 30-40 minutos antes de fazer a sua refeição, o medicamento precisa ser “moído” o pelo nosso estômago para depois sofrer a ação do suco gástrico, portanto, respeite esse tempo, nada adiantará se você se alimentar antes deste período, ele não irá fazer o efeito desejado!

Mas eu não estou com dor, por que devo tomar? Este medicamento previne uma crise de dor durante o dia inteiro, uma vez que ele inibe a bomba de prótons de forma irreversível não há necessidade de tomar outra dose durante o dia.

O medicamento possui baixos efeitos colaterais, porém INTERAGEM com outros medicamentos, portanto CUIDADO você que toma por conta própria.

O omeprazol, ironicamente o mais utilizado, é o único que interage com outros medicamentos, sendo eles fenitoína e dissulfiram (estes fármacos ficaram mais tempo no seu organismo quando tomados junto com o omeprazol tendo riscos de intoxicação medicamentosa, uma vez que a concentração sanguínea se elevará demais) assim como imipramina, vários antipsicóticos, tacrina e teofilina (aumenta a eliminação destes fármacos quando tomados juntamente com o omeprazol de forma que o efeito desejado não será alcançado pelo fármaco não atingir os níveis terapêuticos). Reduz também à absorção de vitamina B12, super importante para a maturação das células vermelhas do sangue, sem essa vitamina temos risco de ter um quadro de anemia.

Portanto pessoal, procurem um farmacêutico quando forem à farmácia, conversem com o profissional e lembrem-se… não se automediquem, estes medicamentos podem mascarar problemas graves! Converse, ele irá acompanhar o seu estado de saúde!


Fonte: Aprendendo com os farmacêuticos

Anúncios