Disfunção Erétil ou Ejaculação Precoce?

Curiosamente o uso do spray, desde sua invenção no ano de 1926 pelo engenheiro químico e inventor profissional Erik Andreas Rotheim, criado como apenas um spray de aerosol, teve suas melhorias para o princípio subjacente da cabeça de pulverização no ano de 1940, na qual foi possível ser encontrada utilidade em várias outras aplicações, dentre elas a produção de medicamentos com melhor absorção.

Graças ao avanço da medicina, e a dedicação dos especialistas em diversas áreas, podemos encontrar uma imensa satisfação ao perceber uma importante forma de aplicação por intermédio do spray dentro da área da saúde humana com uso de medicamentos, diversos componentes ou ativos usados dentro do frasco de spray que também são usados por via sublingual, aplicação na mucosa interna da boca.

Quando tratamos de falar sobre a maneira na qual podemos nos auto medicar, lidamos com situações embaraçosas ao ter que nos submeter a medicamentos com uso de injeções, comprimidos ou outras formas que na área da disfunção sexual, podem trazer diversos efeitos colaterais indesejáveis e até irreversíveis quanto ao “prejuízo” que se pode sofrer mediante a necessidade encontrada de acordo com o problema, sendo este de disfunção erétil ou ejaculação precoce.

Atualmente, podemos contar com a invenção na forma de utilidade na área da disfunção erétil e ejaculação precoce, o uso do spray sublingual. Pois dessa forma,  a absorção do princípio ativo (mesmo do Cialis acrescentado de Tribullus Terrestris, Mucuna, Ginseng, L­Arginina, Citrulina, Vitamina E, Epimedium, entre outros), se torna mais rápida, pois pode ser observada a agilidade na qual é submetida quando absorvida na mucosa interna da boca caindo diretamente na corrente sanguínea tendo o efeito mais rápido.

Diferença da absorção orgânica com uso de Spray Sublingual.

Os tratamentosde disfunção erétil eejaculação precoce, podem ser realizadas com uso de terapias além de inúmeros tipos de medicamentos usados no mercado até os dias de hoje, e na maioria deles o uso dos ativos é intermediado por comprimidos. Mas recentemente uma das alternativas que está se tornando cada vez mais eficiente no mercado está ganhando um espaço bem significativo dentro do ponto de vista médico em clínicas médicas especializadas que até então tinham cada vez mais trabalho com tratamentos realizados com uso de injeções ou comprimidos que acabam trazendo efeitos colaterais.

Segundo estudos realizados por alguns especialistas, o spray sublingualpermite a liberação de pequenas partículas que passam por um processo de sucção na membrana mucosa interna da boca do paciente. O ativo chega de forma extremamente ligeira nos vasos sanguíneos da boca. Além destes fatos comprovados, o spray reduz de maneira excepcional os efeitos colaterais que o corpo sofre com os ativos por exemplo quando usado com comprimidos que são metabolizados no interior do organismo.

Como Funciona?

A substância que exerce o efeito farmacológico usado no spray sublingualé semelhante ao mesmo utilizado nas pílulas. Porém pode ser observada uma diferença importante no nível em que o mesmo é absorvido quando usado por via sublingual. O órgão muscular encontrado na boca sendo esta a língua tem funções naturais e anatômicas diferentes, onde absorção é concentrada de forma direta.

Durante o processo de ingestão de uma pílula por exemplo, pode também ser observado uma série de etapas em que o mesmo deverá passar até chegar ao destino de sua finalidade, passando por órgãos do corpo humano com risco eminente de causar qualquer que seja o efeito colateral indesejável.

Já os resultados da manutenção realizada com uso do spray sublingual são “encantadores”. Como a absorção é direta , o efeito, é extremamente vigoroso.

A disfunção erétil e a ejaculação precoce contam com o uso do spray sublingual de acordo com especialistas, pois o mesmo possui como relatado acima, substâncias que são absorvidas e que podem trazer uma significativa aceleração na circulação sanguínea no pênis, ausentando sintomas de ansiedade como um beneficio a mais pra quem pensava que seus efeitos pudessem ser limitados apenas a condição de rápida ação. OSpray, também oferece características agradáveis ao ter efeitos que trazem um relaxamento saudável nas estruturas que envolvem o funcionamento da ejaculação.

Eficiência dos ativos no Spray Sublingual!

No Spray Sublingual, os componentes trabalham em “equipe”, cada componente potencializa o efeito das demais. A disfunção erétil e aejaculação precoce, podem ser causados por doenças que atingem diversas partes do corpo, e sua eficiência contribui para que todos os componentes se espalhem pelo organismo atingindo locais em que o problema de origem esteja concentrando. Seguindo a linha de raciocínio científico dos especialistas, o tratamento se torna qualitativo quando se propaga por diferentes partes internas no organismo do paciente.

Algumas substâncias como por exemplo, os precedentes do óxido nítrico e os oligo­elementos, que tem função vasodilatador arterial felizmente melhoram a qualidade do esperma contribuindo para um tratamento eficaz. Mas é de se perceber que com inúmeros pontos positivos e uma estrutura mecânica com atuação considerável, compreendesse logicamente a vantagem do spray quanto ao modo como se comporta em estado de ação e em comparação às pílulas, deixando o paciente mais satisfeito consigo na hora de desempenhar seu papel de homem.

A Disfunção Erétil pode ser tratada com o uso do medicamento em spray sublingual especialmente. É importante seguir as orientações do profissional de uma clínica médica especializada, que assim como todo tratamento requer paciência e atitude por parte do paciente.

Como tratar a Disfunção Erétil e a Ejaculação Precoce?

Existem alguns meios de tratamentos que tem por objetivo o controle e até a cura deste problema, alguns mais conhecidos são o uso de medicamentos que podem ser encontrados em farmácias, e alguns tratamentos super modernos que utilizam como medicamentos indicados o Spray Sublingual, com suas doses especificamente formuladas de acordo com cada caso clínico do paciente, orientando-se ainda sua utilização por um período de no mínimo de 3 a 6 meses.


Fonte: Clinica Médica Sexual do Brasil

Anúncios