A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) abriu uma Consulta Pública para discutir as regras atuais para o registro de tintas de tatuagem. A consulta está aberta desde o último dia 18 de agosto, trata-se da Consulta Pública nº 61/2015 que tem como proposta a de alteração da RDC nº 55/2008, que regulamenta produtos para pigmentação artificial da pele.

A proposta tem como intuito promover a alteração dos requisitos de segurança e eficácia para registro de produtos para pigmentação artificial permanente da pele.

A ANVISA pretende aperfeiçoar a norma a fim de adaptá-la a padrões de segurança, eficácia e gerenciamento de risco de Normas ISO.

O prazo para a sociedade participar com sugestões ao aperfeiçoamento da regra é de 60 dias, tendo início nesta terça-feira (25/8).

tinta-tatuagem-registro-anvisa

Caso de reações alérgicas e  de infecção devido ao uso de tinta de tatuagem

A definição de regras que promovam a eficácia e segurança das tintas utilizadas em tatuagens faz-se necessário há muito tempo. Não são poucos os casos de reações alérgicas, dermatite de contato, e até mesmo caso de infecções devido à falta de qualidade destes produtos.

Abaixo é possível visualizar caso de infecções e reações alérgicas causadas por tinta de tatuagem sem qualidade:

infeccao-tatuagem-tinta

alergia-tatuagem

reacao-alergica-tinta-tatuagem

infeccao-tinta-tatuagem

reacao-alergica-tinta-tatuagem2

tinta-tatuagem-alergia

Matéria publica pela ANVISA em 26/08/2015

*Fonte das imagens: Google

Fonte: Farmaceuticas
Anúncios